segunda-feira, 25 de maio de 2009

Amas de leite : Mama África!



Maria José Cotrim

Chico César ficou famoso com uma grande canção chamada Mama Àfrica! "... a minha mãe é mãe solteira e tem que fazer mamadeira todo dia..." entoa sua música que até tenta fazer alusão á grande mãe África mas acaba caindo numa repetição do termo. È importante ressaltar a importância histórica e na formação social brasileira que as mães negras, escravas e amas de leite tiveram. Ao amamentar os filhos dos seus senhores, jorravam de seus seios mais do que leite. Junto com esse alimento nutritivo vinha também a história de vida daquelas negras sofredoras que com muito amor para acolher no coração aqueles filhos.

As negras escravas introduziram no Brasil uma maneira diferente de ser mãe. As escravas que viravam amas-de-leite eram escolhidas a dedo. Tinham que preencher alguns pontos básicos no currículo: geralmente, as `vagas´ iam para as mais bonitas, fortes e limpas. Essas mulheres tinham lá seus privilégios em relação aos outros serviçais. Como eram escravas de dentro de casa, comiam melhor e dormiam melhor - ou então, nem tão melhor assim.

Havia um preço pelas "regalias" - termo que chega a ser sarcástico, já que, em se tratando de escravidão, "regalia" quer dizer miséria um pouco menos sofrida. Por conta dos critérios de seleção apuradíssimos, era natural que as amas-de-leite despertassem a libido dos seus senhores ou fizessem pipocar ainda mais os já agitados hormônios dos seus filhos adolescentes. Muitas amas-de-leite acabaram engravidando de seus patrões que - adivinhem - não assumiam as crianças. Ou então, eram cobaias na iniciação sexual dos meninos, como ocorre até hoje, de forma mais velada, com muitas empregadas domésticas.


As crianças se reuniam em volta das mães pretas, que contavam histórias fascinantes. E lá na senzala, os filhos de verdade sobreviviam sub –humanamente, eram furtados não apenas do leite que Deus havia regado nos seios de suas mães, mas muitas vezes da própria vida.Mortos os frutos da criadagem, sobrava muito mais leite para regar os filhos dos senhores de engenho. Como vampiros inocentes, os meninos ricos se alimentavam do líquido branco que sangrava do peito dolorido das escravas de luto.

E essas mulheres incríveis hoje, nem sequer são lembradas. Verdadeiros exemplos de mãe de verdade, Mães África!E como diz Chico na sua canção : Mama tem calo nos pés/ Mama precisa de paz...

Um comentário:

  1. gostei muito do post, dou aula de história em um cursinho em BH, este post ira me ajudar na aula de hoje, sobre a importância do negro na formação da sociedade Brasileira

    ResponderExcluir